28/3 - Dia do Rei Zulu

Denílson Nelson Rodrigues apelidou o volante Denílson de Rei Zulu, por ser alto, forte, porte imponente, capitão e dono do meio-campo. Talvez tenha sido o primeiro volante clássico do futebol moderno, roubador de bola sem fazer falta, toques rápidos, habilidade e ainda por cima lançador; virtudes que o fizeram atuar em nove jogos pela Seleção Brasileira, dois deles na Copa do Mundo de 1966. Chegou ao Fluminense com 17 anos, batendo na porta do clube; queria falar com o técnico Zezé Moreira.

Conseguiu e foi logo dizendo que era jogador de futebol. Zezé viu determinação nos olhos do garoto e o deixou treinando nos juvenis, até ser efetivado pelo técnico Tim, em 1964. No Fluminense, multicampeão: Brasileiro de 1970, Carioca de 1964/69/71/73, Taça Guanabara de 1966/69/71 e mais 15 taças levantadas. Até 1973, Denílson fez 17 gols em 435 jogos, e foi o sétimo dos que mais atuaram com a camisa do Fluminense.


Essa e outras 365 histórias Tricolores estão em HOJE É DIA DE FLUMINENSE, o livro-calendário oficial do Tricolor, disponível em nossa loja online. Tiragem reduzida, garanta já o seu com frete grátis para todo o Brasil.


1891 – Nascia o atacante James Calvert, um dos titulares a permanecer no Flu em 1911. Fez gol e deu assistência para o irmão Edward, na vitória do primeiro Fla-Flu de 1912. 1943 – Campeão do 6o Torneio Início, em Laranjeiras: 0x0 São Cristóvão (escanteios 2x1), 1x0 Vasco (Carreiro) e 4x1 Madureira (Adílson [2], Pedro Nunes e Tim). 1943 – Nascia o volante Denílson, o Rei Zulu.

1984 – Amistoso: 1x0 Cerro Porteño (PAR), em Assunção. Romerito, em sua estreia. 2009 – Carioca: 2x1 Botafogo, no Maracanã. Alan e Conca. De virada.


Posts recentes

Ver tudo